Doenças da gengiva: Gengivite e eriodontite

O que é doença gengival?

A gengivite é um problema dentário mais comum do que as pessoas pensam. É uma infecção silenciosa das gengivas, que pode se formar e se desenvolver sem que você perceba. Algumas indicações podem ser sangramento, gengivas vermelhas, inchadas e sensíveis. A placa bacteriana – uma camada de película pegajosa que cobre os dentes – é a principal causa da doença, mas o uso de certos tipos de medicamentos, má higiene oral e desequilíbrios hormonais, especialmente durante a gravidez, puberdade e menopausa, podem desencadear e/ou afetar as gengivas do paciente . Se você tem diabetes ou diabetes não diagnosticado, pode ter um alto risco de ter um grau secundário ou tipo agressivo de periodontite. Se você é fumante, tem o dobro do risco de contrair doenças gengivais. Fumar irá torná-lo propenso a contrair a doença duas vezes mais do que um não-fumante e prolongará o processo de cura.

Gengivite

A doença da gengiva tem vários estágios, o estágio inicial é chamado de gengivite. Nesta fase, a doença é manejável com rotinas de higiene diária, como escovação, uso do fio dental e ajuste da dieta com escolhas mais saudáveis. Visitas regulares ao seu dentista não apenas ajudarão a impedir que a doença avance, mas também ajudarão a detectá-la em seus estágios iniciais.

Periodontite

O segundo estágio da doença é avançado e chamado de periodontite. Este estágio da doença pode causar perda de tecido e, em estágios posteriores, perda de dentes, pois a inflamação causa danos ao tecido entre a raiz e a estrutura óssea circundante. Acontece que quando o paciente procura atendimento médico, muitas vezes as indicações e a dor são confundidas com dor nos dentes, mas pode estar relacionada apenas ao estágio da doença gengival. Este estágio avançado pode se desenvolver lentamente, mas pode piorar muito rapidamente.

Caso agressivo de periodontite

A periodontite agressiva pode se desenvolver rapidamente, além de seus estágios habituais de desenvolvimento. Embora a doença seja vista principalmente entre pessoas com idades entre 30 e 35 anos, esse estágio da doença pode afetar crianças na pré-puberdade e adultos jovens. Portanto, é importante monitorar crianças em famílias com história genética de periodontite. A periodontite agressiva pode causar tantos danos à estrutura óssea que o paciente pode não ser capaz de se beneficiar de tratamentos como implantes, próteses e similares.

Como proteger as gengivas e os dentes

Começar a monitorar a saúde geral das gengivas e dos dentes desde cedo, fazer check-ups regulares, escovar os dentes e passar fio dental diariamente e adotar uma alimentação saudável pode prevenir e até reverter os efeitos da doença gengival além de ajudar a manter possíveis perdas causadas por seus casos avançados no mínimo com detecção e tratamento precoces.

Related Posts